NOTÍCIAS DMR 2021

ENTREVISTAS 

PONTOS DE VISTA - press - Dra. Ana Galvão

O Dia Mundial do Rim que se celebra anualmente desde 2006, é uma campanha global que visa aumentar a consciencialização para a importância da saúde dos nossos rins, de forma a reduzir a frequência e o impacto negativo da doença renal.

Por Ana Galvão, Nefrologista do CHUC (Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra) e vogal da Direção da Sociedade Portuguesa de Nefrologia.

 LER ARTIGO 

--

RTP 1 - Professor Aníbal Ferreira

"O médico nefrologista, Aníbal Ferreira, foi convidado do Bom Dia Portugal, onde falou dos sinais que deverão alertar o doente para fazer uma pequena análise de despiste.

Um relatório da OMS concluiu que doenças renais afetam cerca de 850 milhões de pessoas em todo o mundo, ou seja, um em cada 10 adultos tem doença renal crónica. Quando o diagnóstico ocorre numa fase já avançada da doença, avançado da doença o impacto é grande na vida do doente."

--

SAÚDE NOTÍCIAS - Dra. Ana Galvão

"Temos mais de 20 mil doentes sob tratamento substituto da função renal"

--

TVI - Dra. Inês Aires

Inês Aires explicou o que são, para que servem e qual a importância dos rins para o bom funcionamento do corpo humano. A médica lembra que a maioria das doenças renais têm por base o estilo de vida ou maus hábitos dos pacientes.


 

--

PORTO CANAL - Dra. Ana Marta - Parte I

 

 --

PORTO CANAL - Dra. Ana Marta - Parte II

 

 --

 TSF - RÁDIO NOTÍCIAS - Dra. Ana Galvão

Portugal é um dos países da Europa com mais casos anuais de doentes a fazer hemodiálise. A Sociedade Portuguesa de Nefrologia defende que este problema tem de ser resolvido, e, no Dia Mundial do Rim, que se assinala esta quinta-feira, a médica Ana Galvão destaca, em declarações à TSF, a importância do diagnóstico precoce para combater as doenças renais.

"A doença renal é uma doença silenciosa, e, portanto, é necessário continuar sempre a alertar doentes com hipertensão arterial, doentes com diabetes, com obesidade e sedentarismo", alerta a médica.

Ana Galvão lembra que falta "quebrar alguns hábitos de vida que ainda estão enraizados na nossa população", e realça os benefícios do diagnóstico atempado: "O diagnóstico precoce vai permitir atrasar a progressão da doença renal" e diminuir a incidência de pacientes a iniciar diálise.

A médica avisa que as doenças renais são silenciosas e que nada têm que ver com a frase habitual: "Doem-me os rins!"

"Normalmente essas dores nos rins são dores lombares associadas a dores musculares e não propriamente do rim. Há pessoas que estão a iniciar diálise e que dizem que se estão a sentir bem, que não têm qualquer tipo de sintoma." São, por isso, as análises que denunciam o problema.

Fazer análises, pelo menos uma vez por ano, é o que recomenda esta médica da Sociedade Portuguesa de Nefrologia.

Ana Galvão garante que, durante a pandemia, os hospitais nunca deixaram de tratar os doentes renais, e que alguns já foram vacinados contra a Covid-19. "Em termos de acompanhamento dos doentes renais, a nível hospitalar, pelo menos, tem sido feito, à distância ou presencialmente. Os tratamentos dos doentes renais crónicos com hemodiálise e diálise peritoneal e transplantados renais continuaram a ser acompanhados."

 

VIVER BEM COM A DOENÇA RENAL

Ser diagnosticado com doença renal pode ser um grande desafio, tanto para o doente como para quem o rodeia. Por Dr. José Assunção  (CONSULTAR ARTIGO)

 

ESTE ANO O DIA MUNDIAL DO RIM DÁ DESTAQUE AO DOENTE RENAL E ASSINALA O ANO 2021 COM O TEMA "VIVER BEM COM DOENÇA RENAL".

Em parceria com a Sociedade Portuguesa de Nefrologia Pediátrica queremos dar testemunhos de doentes que, apesar da doença renal, conseguem manter uma boa qualidade de vida.

E que os seus sorrisos sirvam de exemplo a outros doentes!

Publicamos os vídeos vencedores.

Os protagonistas serão premiados pela SPN com um Cartão fnac.

 Duarte Caneiro:

Esmael Moche:

Lara Godinho:

Manuel Barros:

Mariana Ferraz:

 Maria Francisca: